CLICK HERE TO TRANSLATE THE BLOG TO YOUR LANGUAGE!

terça-feira, 12 de setembro de 2017

A chegada da primavera e os sabiás.

Na maior parte de nosso país não há inverno rigoroso. Mesmo aqui onde moro, nas serras de Minas Gerais, numa altitude de 1100 m, a temperatura chega a 5° no inverno, mas nunca passa muito disso.

Mesmo assim, no campo, dá para acompanhar o ciclo completo da natureza, com verão, outono, inverno e primavera. Cada ciclo tem suas manifestações, seu tipo de flores e eventos.

Hoje vou contar uma historia que se repete em todo ano, no fim do inverno e inicio da primavera: um casal de sabiá laranjeira faz um ninho num vaso, sob o telhado da varanda de casa. 





Na primeira foto você pode ver o vaso do lado de fora. Na seguinte o sabiá chocando seus ovinhos. Tanto o pai como a mãe chocam os ovos, revezando-se ao longo do tempo. Aí vem os filhotes e ambos buscam comida para alimenta-los. Até o dia em que eles voam e todos vão embora.

O incrível é que, em seguida, aparece um novo casal e usa o mesmo ninho e repete todo o processo. E assim que os filhotes deles voam, aparece um terceiro casal e repete o processo. É uma coisa linda que todo ano me alegra.

Sempre que vejo isso tudo penso como seria bom uma boa parte das pessoas voltarem para o campo, poderem plantar sua comida, comerem os ovos de suas galinhas, o leite de sua vaca, a verdura de sua horta. Todo mundo vai para a cidade atrás de trabalho, mas a cidade é fria e desumana. Sem trabalho e dinheiro, nada se pode fazer nela. Por que não lançar um "minha terra, minha vida" ? Por que não ajudar o retorno de parte desse povo voltar para o campo. Sem demagogia, sem firulas...

Bom, sonhar não custa...