CLICK HERE TO TRANSLATE THE BLOG TO YOUR LANGUAGE!

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

Feliz Ano Novo de 2015 - Ano da Cabra de Madeira.

O Ano Novo chinês começa hoje, dia 4 de fevereiro. Precisamos saber que o calendário chinês é diferente do nosso. Na verdade, os chineses possuem dois calendários: um reflete os ciclos da Lua, enquanto o outro reflete os ciclos do Sol. No Feng Shui, usamos o calendário solar.


Sob a influência da Cabra, o ano favorecerá a compreensão e o humanitarismo, além de estimular a todos colocarem seus projetos em prática. Nesse ponto, o sucesso dependerá da autodisciplina e as decisões deverão ser tomadas com responsabilidade e muito planejamento. As atividades relacionadas com o meio ambiente, o lar, a estética e as artes poderão ganhar um certo destaque em 2015.

A Cabra possui a energia Yin, que simboliza Paz, Harmonia e Tranquilidade. E esse é o principal humor para esse ano. Embora haja gritos de guerra e uma contagem regressiva está prestes a começar, a guerra será evitada e haverá um período de reparação e de compromisso para garantir que a paz seja mantida.

A Cabra é o símbolo das Artes. Tem relação com tempos de muito carinho. Ele vai ajudar o processo de cicatrização em relação a eventos passados causados por indivíduos que têm pouco respeito para com a raça humana, ou para com a vida como um todo. Será um ano de se unirem na fé e na crença de que o bem vai prevalecer sobre as forças que se recusam a obedecer a um estilo de vida pacífico. Para aqueles que confiam na bondade, felicidade, o sucesso seguirá.

A aura do Ano da Cabra de 2015 irá gradualmente irradiar sua luz para todos.

Muita coisa vai depender disso – o equilíbrio da economia internacional e da harmonia social está em paz. A chamada para a guerra não é um passo a ser entendido como pouca coisa. Embora sabres estejam chacoalhando em ambos os lados, conforme os vapores calmantes do ano da Cabra se espalham sobre as nações, os sentimentos se acenderão e a sabedoria irá prevalecer. O destino vai enviar emissários para mudar os rostos da agressão em direção a um compromisso mais pacífico. Ele não mata as dúvidas, raiva ou desejo de violência, mas põe um cobertor de constrangimento sobre ele.

Vamos torcer para que essa energia prevaleça sobre este mundo tão conturbado.