CLICK HERE TO TRANSLATE THE BLOG TO YOUR LANGUAGE!

sexta-feira, 8 de agosto de 2014

Saudades do meu pai.

Essa porta secreta na biblioteca é a que te leva na viagem através dos livros que você lê. Meu pai abriu essa porta para mim assim que aprendi a ler, com 6 anos de idade: sempre que podia ele me dava um livro.

Meu pai tinha o dom de escolher o tema certo do livro e suas escolhas sempre me encantavam. Ele gostava de bons autores e de muitos assuntos. Começou com Monteiro Lobato e em quinze dias li todos os livros dele para crianças. 

Continuando fomos para arqueologia, mistérios, tesouros, Minas do Rei Salomão, cidades perdidas na Amazônia, tesouros descobertos em Troia  e dai por diante  nunca parei. 

Porque era proibido, pela minha idade, li toda a obra do Eça de Queirós e dai por diante. Numa estimativa creio que já li  5.000 livros.  

Domingo é Dia dos Pais e através do espaço/tempo e da fronteira entre os mundos dos vivos e dos que já foram, mais uma vez agradeço meu pai pelos caminhos pelos quais me guiou.

A benção pai. Sinto muito sua falta. Te amo muito.