CLICK HERE TO TRANSLATE THE BLOG TO YOUR LANGUAGE!

sábado, 19 de julho de 2014

Desafios.

Compartilho com vocês este texto de Osho porque gostei demais! Bom proveito.


A palavra coragem é muito interessante. Ela vem da raiz latina cor, que significa "coração". Portanto, ser corajoso significa viver com o coração. E os fracos, somente os fracos, vivem com a cabeça; receosos, eles criam em torno deles uma segurança baseada na lógica. Com medo, fecham todas as janelas e portas – com teologia, conceitos, palavras, teorias – e do lado de dentro dessas portas e janelas, eles se escondem.

O caminho do coração é o caminho da coragem. É viver na insegurança, é viver no amor e confiar, é enfrentar o desconhecido. É deixar o passado para trás e deixar o futuro ser. Coragem é seguir trilhas perigosas. A vida é perigosa. E só os covardes podem evitar o perigo – mas aí já estão mortos. A pessoa que está viva, realmente viva, sempre enfrentará o desconhecido. O perigo está presente, mas ela assumirá o risco. O coração está sempre pronto para enfrentar riscos; o coração é um jogador. A cabeça é um homem de negócios. Ela sempre calcula – ela é astuta. O coração nunca calcula nada.

O Amor não deveria ser exigente,
senão, ele perde as asas e não pode voar;
torna-se enraizado na terra e fica muito mundano.
Então ele é sensualidade e traz grande infelicidade e sofrimento.
O amor não deveria ser condicional, nada se deveria esperar dele.
ele deveria estar presente, por estar presente, e não por alguma recompensa, e não por algum resultado.
Se houver algum motivo nele, novamente seu amor não poderá se tornar o céu. Ele está confinado ao motivo;o motivo se torna sua definição, sua fronteira.
Um amor não motivado não tem fronteiras:
É a fragrância do coração.


A vida só é possível através dos desafios.
A vida só é possível quando você tem
tanto o bom tempo quanto o mau tempo,
quando tem prazer e dor;
quando tem inverno e verão, dia e noite;
quando tem tristeza tanto quanto felicidade,
desconforto tanto quanto conforto.
A vida passa entre essas duas polaridades.
Movendo-se entre essas duas polaridades,
você aprende a se equilibrar.
Entre essas duas asas,
você aprende a voar até a estrela mais brilhante.

OSHO

segunda-feira, 7 de julho de 2014

Historias Reais - Parte VIII: Como a energia do ser humano influencia no Feng Shui.

Nós seres humanos somos fortes emissores de Qi e o cruzamento de nossas energias com a do local vão fazer grande diferença. É preciso saber que muitas vezes é a escolha da pessoa como reagir às energias, tanto as favoráveis como as desfavoráveis.


Vou apresentar um caso real: um cliente tem dois filhos, um com tendência a depressão e outro com uma natural arrogância. Fui chamada porque o que tinha tendência a depressão não estava bem , apesar de psicólogos, psiquiatras e remédios.


Fazendo a análise verifiquei que ele estava dormindo numa combinação de Estrelas que não era boa e para completar pela janela entrava a combinação 2 e 5, que é muito ruim pressagiando morte, falência, problemas financeiros, doenças,etc.  O outro lado dessa combinação é acirrar a arrogância e a prepotência com o 5 que é o Imperador.


Recomendei ao cliente que trocasse de quarto o filho depressivo com o do filho arrogante. Feita a troca, depois de um mês houve uma sensível melhora na saúde do primeiro filho, saindo da depressão e ficando mais alegre.


Quanto ao filho mais arrogante tivemos que pintar as paredes do quarto de amarelo, a cor favorita do Imperador, porque ele ficou insuportável  pela ação do 5 sobre a sua já natural arrogância.


Reparem que a mesma energia agiu de forma completamente diferente sobre pessoas diferentes provando que há realmente uma interação entre nossas energias e as existentes no local.


Por outro lado a parte boa disso é que, se estivermos num lugar com energia desfavorável podemos mudar isso com a força de nossa mente e de nossas energias. Daí a necessidade de estarmos sempre equilibrados e saudáveis.