CLICK HERE TO TRANSLATE THE BLOG TO YOUR LANGUAGE!

sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

A sabedoria chinesa do cuidado: o Feng Shui.

  
      Uma das vantagens da globalização que não é só econômico-financeira mas também cultural, é permitir-nos colher valores pouco desenvolvidos em nossa cultura ocidental.No caso, temos a ver com o Feng Shui chinês. Literalmente significa vento (feng) e água (shui). O vento leva o Chi, a energia universal e a água o retém. Personalizado significa “o mestre das receitas”: o sábio que, a partir de sua observação  da natureza e da fina sintonia com o Chi indicava  o rumo dos ventos e o veios d’água e assim como bem montar a moradia.
         Beatriz Bartoly,  em sua brilhante tese em filosofia na UERJ, da qual fui orientador, escreve: “o Feng Shui nos remete para uma forma de zelo  carinhoso” – nós diríamos cuidadoso e terno – “com o banal de nossa existência, que no Ocidente, por longo tempo, tem sido desprestigiado e menosprezado: cuidar das plantas, dos animais, arrumar a casa, cuidar da limpeza, da manutenção dos aposentos, preparar os alimentos, ornamentar o cotidiano com a prosaica, e, ao mesmo tempo, majestosa beleza da natureza. Porém mais do que as construções e as obras humanas é a sua conduta e a sua ação que é alvo maior desta filosofia de vida,  pois mais do que os resultados, o Feng Shui visa o processo. É o exercício de embelezamento que importa, mais do que o belo cenário que se quer construir.  O valor está na ação e não no seu efeito, na conduta e não na obra.”     
         Como se depreende, a filosofia Feng Shui visa antes o sujeito que o objeto,  mais a pessoa do que ambiente e a casa em si.  A pessoa precisa envolver-se no  processo, desenvolver a percepção do ambiente, captar os fluxos energéticos e os ritmos da natureza. Deve assumir uma conduta em harmonia com os outros, com o cosmos e com os processos rítmicos da natureza. Quando tiver criado essa ecologia interior, está capacitado para organizar, com sucesso, sua ecologia exterior.
      Mais que uma ciência e arte, o Feng Shui é fundamentalmente uma sabedoria, uma ética ecológico-cósmica de como cuidar da correta distribuição do Chi em nosso ambiente inteiro.
          Nas suas múltiplas facetas o Feng Shui representa uma síntese acabada do cuidado na forma como se organiza o jardim, a casa ou o apartamento, com harmoniosa integração dos elementos presentes. Podemos até dizer que os chineses como os gregos clássicos são os incansáveis buscadores do equilíbrio dinâmico em todas as coisas.
         O supremo ideal da tradição chinesa que encontrou no   budismo e no taoismo sua melhor expressão,  representada por Laotse (do V-VI século a.C.)  e por  Chuang Tzu (século IV-V a.C.), consiste em procurar a unidade mediante um processo de integração  das diferenças, especialmente das conhecidas polaridades de yin/yang, masculino/feminino, espaço/tempo, celestial/terrenal entre outras. O Tao representa essa integração, realidade inefável com a  qual a pessoa busca se unir.
         Tao significa caminho e método, mas também a Energia misteriosa e secreta que produz todos os caminhos e projeta todos os métodos. Ele é inexprimível em palavras,  diante dele vale o nobre silêncio. Subjaz na polaridade do yin e do yang  e através deles se manifesta. O ideal humano é chegar a uma união tão profunda  com o Tao que se produza o satori, a iluminação. Para os taoistas o bem supremo não se dá no além morte como para os cristãos, mas ainda no tempo e na história, mediante uma experiência de não-dualidade e de integração no Tao. Ao morrer a pessoa mergulha no Tao e se uni-fica  com ele.
        Para se alcançar esta união,  faz-se imprescindível a sintonia  com  a energia vital que perpassa o céu e a terra: o  Chi.  Chi é intraduzível, mas equivale ao ruah  dos judeus, ao pneuma dos gregos,  ao spiritus dos latinos e ao axé  dos yoruba/nagô, ao vácuo quântico dos cosmólogos: expressões  que designam a Energia suprema e cósmica que subjaz e sustenta todos os seres.
         É por força do Chi que todas as coisas se transformam (veja o livro I Ching, o livro das mutações) e se mantém permanentemente em processo. Flui no ser humano através dos meridianos da acupuntura. Circula na Terra  pelas veias telúricas subterrâneas, compostas pelos campos eletromagnéticos distribuídos ao longo de meridianos da ecopuntura que entrecruzam a superfície terrestre. Quando o Chi se expande significa vida, quando se retrai, morte. Quando ganha peso, apresenta-se como matéria, quando se torna sutil, como espírito. A natureza é a combinação sábia dos vários estados do Chi, desde os mais pesados até os mais leves.
         Quando o Chi emerge num determinado lugar, surge uma paisagem aprazível com brisas suaves e águas cristalinas, montanhas sinuosas e vales verdejantes.  É um convite para o ser humano instalar ai  sua morada. Ou encontra um apartamento no qual se sente “em casa”.
         A visão chinesa  do mundo privilegia o espaço, à diferença do Ocidente que previlegia o tempo. O espaço para o taoismo é o lugar do encontro, do convívio, das interações de todos com todos, pois todos são portadores da energia Chi que empapa o espaço. A suprema expressão do espaço  se realiza na casa, no jardim ou no apartamento bem cuidado.
         Se o ser humano quiser ser feliz deve desenvolver a topofilia, o amor ao lugar onde mora e onde constrói sua casa e seu jardim ou mobilha seu apartamento. O Feng Shui é a arte e  técnica de bem construir a casa, o jardim e decorar o apartamento com sentido de harmonia e beleza.
         Face ao desmantelamento  do cuidado e à grave crise ecológica atual, a milenar sabedoria  do Feng-Shui nos ajuda a refazer a aliança de simpatia e de amor para com a natureza. Essa conduta  reconstrói a morada humana (que os gregos chamavam de ethos), assentada sobre o cuidado e a suas múltiplas ressonâncias como a ternura, a carícia e a cordialidade.
Texto muito bom de Leonardo Boff no seu blog http://leonardoboff.wordpress.com/2014/02/27/a-sabedoria-chinesa-do-cuidado-o-feng-shui/
Compartilhado parcialmente por Aline  Mendes http://www.alinemendes.com.br/blog/

terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

Feng Shui: em você e no seu ambiente.

Já publiquei em outra ocasião parte desse artigo. Agora publico mais completo.Vale a pena ler  e verificar os danos que as más energias fazem e como isso pode ser consertado.

A bagunça forma-se sem que se perceba e nem sempre é visível. A sala parece em ordem, a cozinha também, mas basta abrir os armários para ver que estão cheios de inutilidades. De acordo com o Feng Shui Interior - uma corrente do Feng Shui que mistura aspectos psicológicos dos moradores com conceitos da tradicional técnica chinesa de harmonização de ambientes - bagunça provoca cansaço e imobilidade, faz as pessoas viverem no passado, engorda, confunde, deprime, tira o foco de coisas importantes, atrasa a vida e atrapalha relacionamentos. Para evitar tudo isso fique atento às 

 REGRAS PARA DOMAR A BAGUNÇA

1. Jogue fora o jornal de anteontem;
2. Somente coloque uma coisa nova em casa quando se livrar de uma velha;
3. Tenha latas de lixo espalhadas nos ambientes, use-as e limpe-as diariamente;
4. Guarde coisas semelhantes juntas; arrume roupas no armário de acordo com a cor e fique só com as que utiliza mesmo;
5. Toda sexta-feira é dia de jogar papel fora.
6. Todo dia 30, por exemplo, faça limpeza geral e use caixas de papelão marcadas: lixo, consertos, reciclagem, em dúvida, presentes, doação. Após enchê-las, jogue tudo fora.
7. Organize devagar, comece por gavetas e armários e depois escolha um cômodo, faça tudo no seu ritmo e observe as mudanças acontecendo na sua vida.
Veja uma lista de atitudes pessoais capazes de esgotar as nossas energias
Conheça cada dessas ações para evitar a 'crise energética pessoal '.

7.1. Maus hábitos, falta de cuidado com o corpo - Descanso, boa alimentação, hábitos saudáveis, exercícios físicos e o lazer são sempre colocados em segundo plano. A rotina corrida e a competitividade fazem com que haja negligência em relação a aspectos básicos para a manutenção da saúde energética.
7.2. Pensamentos obsessivos - Pensar gasta energia, e todos nós sabemos disso.
Ficar remoendo um problema cansa mais do que um dia inteiro de trabalho físico. Quem não tem domínio sobre seus pensamentos - mal comum ao homem ocidental, torna-se escravo da mente e acaba gastando a energia que poderia ser convertida em atitudes concretas, além de alimentar ainda mais os conflitos.
Não basta estar atento ao volume de pensamentos, é preciso prestar atenção à qualidade deles. Pensamentos positivos, éticos e elevados podem recarregar as energias, enquanto o pessimismo consome energia e atrai mais negatividade para nossas vidas.

7.3. Sentimentos tóxicos - Choques emocionais e raiva intensa também esgotam as energias, assim como ressentimentos e mágoas nutridos durante anos seguidos. Não é à toa que muitas pessoas ficam estagnadas e não são prósperas. Isso acontece quando a energia que alimenta o prazer, o sucesso e a felicidade é gasta na manutenção de sentimentos negativos. Medo e culpa também gastam energia, e a ansiedade descompassa a vida. Por outro lado, os sentimentos positivos, 'como a amizade, o amor, a confiança, o desprendimento, a solidariedade, a auto-estima, a alegria e o bom-humor recarregam as energia e dão força para empreender nossos projetos e superar os obstáculos.

7.4. Fugir do presente - As energias são colocadas onde a atenção é focada. O homem tem a tendência de achar que no passado as coisas eram mais fáceis: 'bons tempos aqueles!', costumam dizer. Tanto os saudosistas, que se apegam às lembranças do passado, quanto àqueles que não conseguem esquecer os traumas, colocam suas energias no passado. Por outro lado, os sonhadores ou as pessoas que vivem esperando pelo futuro, depositando nele sua felicidade e realização, deixam pouca ou nenhuma energia no presente. E é apenas no presente que podemos construir nossas vidas.

7.5. Falta de perdão - Perdoar significa soltar ressentimentos, mágoas e culpas. Libertar o que aconteceu e olhar para frente. Quanto mais perdoamos, menos bagagem interior carregamos, gastando menos energia ao alimentar as feridas do passado. Mais do que uma regra religiosa, o perdão é uma atitude inteligente daquele que busca viver bem e quer seus caminhos livres, abertos para a felicidade. Quem não sabe perdoar os outros e si mesmo, fica 'energeticamente obeso', carregando fardos passados.

7.6. Mentira pessoal - Todos mentem ao longo da vida, mas para sustentar as mentiras muita energia é gasta. Somos educados para desempenhar papéis e não para sermos nós mesmos: a mocinha boazinha, o machão, a vítima, a mãe extremosa, o corajoso, o pai enérgico, o mártir e o intelectual. Quando somos nós mesmos, a vida flui e tudo acontece com pouquíssimo esforço.

7.7. Viver a vida do outro - Ninguém vive só e, por meio dos relacionamentos interpessoais, evoluímos e nos realizamos, mas é preciso ter noção de limites e saber amadurecer também nossa individualidade. Esse equilíbrio nos resguarda energeticamente e nos recarrega. Quem cuida da vida do outro, sofrendo seus problemas 'e interferindo mais do que é recomendável, acaba não tendo energia para construir sua própria vida. O único prêmio, nesse caso, é a frustração.

8. Bagunça e projetos inacabados - A bagunça afeta muito as pessoas, causando confusão mental e emocional. Um truque legal quando a vida anda confusa é arrumar a casa, os armários, gavetas, a bolsa e os documentos, além de fazer uma faxina no que está sujo. À medida que ordenamos e limpamos os objetos, também colocamos em ordem nossa mente e coração. Pode não resolver o problema, mas dá alívio. Não terminar as tarefas é outro 'escape' de energia. Todas as vezes que você vê, por exemplo, aquele trabalho que não concluiu, ele lhe 'diz' inconscientemente: 'você não me terminou! Você não me terminou!' Isso gasta uma energia tremenda. Ou você a termina ou livre-se dela e assuma que não vai concluir o trabalho. O importante é tomar uma atitude. O desenvolvimento do autoconhecimento, da disciplina e da terminação fará com que você não invista em projetos que não serão concluídos e que apenas consumirão seu tempo e energia.

9. Afastamento da natureza - A natureza, nossa maior fonte de alimento energético, também nos limpa das energias estáticas e desarmoniosas. O homem moderno, que habita e trabalha em locais muitas vezes doentios e desequilibrados, vê-se privado dessa fonte maravilhosa de energia. A competitividade, o individualismo e o estresse das grandes cidades agravam esse quadro e favorecem o vampirismo energético, onde todos sugam e são sugados em suas energias vitais. 

Atitudes erradas jogam a energia pessoal no lixo, os talentos não se manifestam, o magnetismo pessoal desaparece, existe o medo constante de que o outro o prejudique, aumentando a competição, o individualismo e a agressividade, diminue a proteção contra as energias negativas, e aumenta o risco de sofrer com o 'vampiro energético

Divulgue essas dicas para o maior número de pessoas possível e mentalize que, quando todos colocarem essas regras em prática, o mundo será mais justo e mais belo.

Vamos tentar melhorar nossa energia pessoal.

'.
Atitudes que melhorarão a nossa energia pessoal:
Posicionar os móveis de maneira correta, usar espelhos para proteger a entrada da casa, colocar sinos de vento para elevar a energia, ou ter fontes d'água para acalmar o ambiente, são medidas que se tornarão ineficientes se, quem vive neste espaço, não cuidar da própria energia.

Portanto, os efeitos positivos da aplicação do Feng Shui nos ambientes estão diretamente relacionados à contenção da perda de energia das pessoas que moram ou trabalham no local. O ambiente faz a pessoa  e vice-versa.

quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014

Feng Shui – Estrelas Anuais 2014


CENTRO – ESTRELA 4
A estrela presente no centro do mapa define a tônica geral do ano. A estrela 4 está ligada à criatividade, às conquistas acadêmicas e ao romance. Isso quer dizer que estes serão temas recorrentes ao longo de 2014. Cuide para que o centro do imóvel esteja livre, limpo e bem iluminado. Para estimular estes aspectos, você pode colocar aqui um jarro com pequenos bambus, ou flores frescas. Bagunça acumulada, ou perturbações como obras e barulho neste local, poderão ter um efeito nocivo sobre o romance ou os estudos. As fases Água e Árvore são benéficas este ano. O Fogo, quando usado em pequena quantidade, trará fama; em excesso, prejudica a criatividade e o romance. A Terra trará limites a essas áreas, o que pode ser bom ou ruim, dependendo da situação. O Metal poderá acarretar rompimentos nos relacionamentos.
SUDOESTE – ESTRELA 1
Esta é uma estrela de natureza benéfica, ligada à sabedoria, à riqueza e à fama, e tem especial influência sobre a vida acadêmica. É um bom local para quem precisa tomar decisões, e está buscando inspiração. Mulheres que permaneçam neste local se sentirão com controle sobre os filhos e até sobre os companheiros. Mas também podem se sentir sobrecarregadas, com excesso de responsabilidades. A fase recomendada para equilibrar as energias, e estimular os bons potencias do setor em 2014 é o Metal. A Água é harmônica com as energias presentes. A Terra e o Fogo trazem stress, a Árvore diminui a riqueza.
OESTE – ESTRELA 6
No Oeste, encontramos em 2014 uma estrela que favorece a autoridade e o crescimento profissional. A combinação de energias presentes no setor pode trazer este ano, no entanto, conflitos, problemas legais ou ferimentos por objetos metálicos. Se este for o caso, os conflitos podem ser amenizados usando formatos e cores associados à Água; por exemplo, um quadro ou uma colcha com motivo de ondas, nas cores azul marinho e preto.Árvore, Terra e Metal podem agravar os conflitos. Fogo prejudicará a autoridade, e pode ocasionar dores de cabeça.
NOROESTE – ESTRELA 5



A estrela 5 pode trazer problemas a qualquer setor onde se encontre. No Noroeste, estes problemas podem se manifestar como doenças na região cabeça, pulmões ou pele. Pode trazer também problemas relacionados à autoridade, e perda de dinheiro através de impostos, multas ou ações judiciais. Para harmonizar este potencial, o melhor é o som de metal suave, cadenciado, que pode vir de um piano, de um relógio de carrilhão com um pêndulo dourado ou de um aparelho de CD tocando música instrumental suave, de piano, harpa ou violão. Decore este cômodo com muitos objetos de tons metálicos (dourado, prateado) durante este ano. Você pode usar também um sino do tipo pin tibetano, que emite um som agradável e com longa reverberação. Evite a Árvore, o Fogo e a Terra, que podem agravar os problemas. A Água pode estar presente, mas em pequena quantidade.

NORTE – ESTRELA 9
Esta é uma estrela muito dinâmica, que favorece acontecimentos felizes, e estimula qualquer atividade desenvolvida no local. É preciso ter cuidado com suas atitudes e intenções, já que tanto os bons quanto os maus potenciais serão aumentados. A Árvore e o Fogo são fases adequadas, fortalecendo a energia da estrela. A Terra pode suavizar o excesso movimento, caso necessário. Metal e Água podem criar situações de conflito.
NORDESTE – ESTRELA 7
A estrela 7 traz potencial para intrigas e conflitos. Pode levar também a perda de dinheiro com roubo, acidentes ou cirurgias. Pessoas que trabalham com comunicação ou esoterismo podem ganhar dinheiro, mas existe a tendência a gastá-lo rapidamente. A fase Água minimiza estes potenciais nocivos. O Metal, a Árvore e a Terra podem agravar os conflitos. O Fogo pode ser uma faca de dois gumes, podendo tanto diminuir quanto aumentar os problemas, e por isso deve ser evitado.
LESTE – ESTRELA 2

Cuidado com a saúde este ano! Se você permanece nesta direção da casa por longos períodos, ficará mais propenso a problemas de saúde, principalmente no aparelho digestivo. Não é um bom lugar para mulheres grávidas ou que estejam tentando engravidar. Os problemas podem se manifestar também nos pés ou nos músculos. Se a porta de entrada de sua casa ou de seu escritório estão no Leste, a tendência será gastar dinheiro com problemas de saúde, ou enfrentar atrasos nos pagamentos esperados. É muito importante ter as formas, cores e materiais do elemento Metal nessa direção em 2013. O ideal é usar uma cabaça dourada ou um objeto decorativo com as mesmas características.


SUDESTE – ESTRELA 3

A estrela 3 quando está no Sudeste traz uma tendência a altos e baixos na sorte, e uma certa 
indecisão ou confusão mental. Essa estrela estimula a competitividade, e está associada a problemas judiciais, roubos ou conflitos, que manifestam uma competição mal direcionada. Será preciso usar a fase Fogo para evitar estes problemas. Você pode, por exemplo, pendurar um quadro com tom predominantemente vermelho neste canto ou usar objetos em formato de pirâmide. As fases Água e Árvore não devem estar presentes, pois estimulam os aspectos negativos da estrela. O Metal pode criar mais conflitos, e a Terra pode ser usada, desde que em menor quantidade.
SUL – ESTRELA 8
Essa é uma estrela extremamente benéfica, que pode atrair riqueza estável, especialmente em assuntos ligados a imóveis. O setor Sul traz dinamismo e estimula os bons potenciais da estrela. Nenhuma fase se faz necessária no local, que já está harmônico em 2014. As fases que se harmonizam com as energias deste setor são o Fogo e a Terra. O Metal e a Árvore podem diminuir a prosperidade. A Água pode ser usada, desde que em pequena quantidade, quando já houver Fogo e Terra no local.
Tenha em mente que estas são as estrelas visitantes de 2014. Um mapa de Feng Shui completo possui, em cada uma das direções, três estrelas fixas, que definem as tendências permanentes daquele setor em seu imóvel. Se você quiser conhecer este mapa e seus potenciais, o ideal é contratar um consultor de Feng Shui Tradicional Chinês, que irá até o local fazer todas as medições necessárias.
Que as estrelas possam lhe trazer muitas bênçãos este ano!
.
O que são as estrelas anuais do feng shui?
Feng Shui Tradicional Chinês, verdadeira arte milenar chinesa de harmonização das pessoas ao ambiente que habitam, possui diversas escolas, ou técnicas, diferentes e complementares. O principal ramo do Feng Shui Tradicional, que engloba as técnicas mais avançadas, chama-se Xuan Kong, que significa Tempo-Espaço. O Feng Shui Xuan Kong combina o trabalho de análise do ambiente natural e construído – o espaço – ao estudo das energias sutis presentes nestes ambientes e suas variações ao longo do tempo.
A mais popular técnica avançada do Xuan Kong chama-se Fei Xing, que significa Estrelas Voadoras. Nela, trabalha-se com nove estrelas, que ocupam os oito palácios ou setores do ba gua mais o centro. Estas estrelas não são fixas, mas podem deslocar-se entre os palácios, daí o nome de estrelas voadoras. Cada estrela possui sua simbologia específica e sua forma de influenciar as pessoas, estando associada a determinadas cores, formas, órgãos do corpo, atividades, profissões, membros da família, entre muitos outros.
Cada palácio ou direção abriga três estrelas básicas, e a interação das três nos permitirá diagnosticar com precisão o tipo de influência que aquele palácio exerce. Esse movimento das estrelas é definido pela data de construção do imóvel e sua orientação em relação ao Norte Magnético, medida com uma bússola ou um Luo Pan (bússola chinesa específica para o diagnóstico do Feng Shui). Em um estudo personalizado de Feng Shui Tradicional Chinês identificamos, em cada uma das oito direções da rosa-dos-ventos, que tipos de potenciais podem se manifestar, influenciando a saúde, prosperidade e harmonia dos habitantes daquele imóvel.

No entanto, além das estrelas específicas do mapa natal de uma construção, temos também as estrelas visitantes anuais, que são iguais para todos os imóveis. Mesmo sem conhecermos o mapa natal da casa, as estrelas visitantes anuais podem nos dar uma boa ajuda, se soubermos como lidar com elas.

Para aplicar as dicas oferecidas aqui, você precisa ter a planta baixa do seu imóvel, encontrar o seu centro, e a direção da sua face. Temos em nosso portal alguns tutoriais que podem ajudá-lo nessa tarefa.
Tenha em mente que estas são as estrelas visitantes de 2014. Um mapa de Feng Shui completo possui, em cada uma das direções, três estrelas fixas, que definem as tendências permanentes daquele setor em seu imóvel. Se você quiser conhecer este mapa e seus potenciais, o ideal é contratar um consultor de Feng Shui Tradicional Chinês, que irá até o local fazer todas as medições necessárias.
Este artigo foi publicado originalmente no portal Personare,do qual Aline Mendes é colunista.   Veja todo o artigo em http://www.alinemendes.com.br/textos/textos-feng-shui/previsao-anual-feng-shui/