CLICK HERE TO TRANSLATE THE BLOG TO YOUR LANGUAGE!

quinta-feira, 21 de abril de 2011

Seqüencia dos Pais - uma Carta das Estrelas muito especial.


Essa carta tem uma característica peculiar em todos os palácios, ou seja, as estrelas são 1, 4 e 7; 2, 5 e 8 ou 3, 6 e 9.  Observando bem, vamos notar  que cada conjunto tem suas especificidades que são as seguintes: 1, 4 e 7, são as primeiras estrelas de cada ciclo; 2, 5 e 8, as segundas, e 3, 6 e 9, as terceiras. 
Os números 1, 4 e 7 são correspondentes em cada ciclo. O número 7 tem um relacionamento íntimo com o número 4 e com o número 1.   Os números 2, 5 e 8, também têm um relacionamento bastante íntimo entre eles.  E o 3, 6 e 9, a mesma coisa.  Em cada um dos palácios existe uma estrela de cada ciclo, portanto teremos que uma das estrelas pertence ao ciclo corrente, atualmente do Ciclo Inferior.  Em qualquer palácio vamos ver um  número 7, ou 8 ou 9 que são representantes do Ciclo Inferior e esses representantes em cada palácio podem transformar as outras estrelas em estrelas úteis.  Estas referidas estrelas no momento não são oportunas, mas poderão ser utilizadas, porque se tornam úteis quando estão na presença de um representante do ciclo corrente.  Em outras palavras, o 7 faz com que o 4 e o 1 sejam usáveis; o número 8 faz com que 2 e 5 sejam úteis, e o 9 faz com que o 3 e 6 sejam utilizáveis.  Então nessa carta todas as estrelas acabaram se tornando úteis, isso quer dizer que elas não serão nocivas, só que algumas estrelas continuam sendo poderosas e outras não, mas todas as estrelas vão ter uma natureza mais carinhosa, mais suave e mais cuidadosa ao satisfazer as necessidades.  O lado positivo de cada estrela vai aparecer mais para estar influenciando as pessoas, e não o lado negativo, o lado ruim. No entanto, se elas forem atacadas pelas formas, vão trazer as coisas ruins. O Mestre Joseph Yu ressalta que as piores formas são as pessoas.  Se as pessoas têm uma mente doentia isso vai ativar o Qi ruim das estrelas.

Essa carta é completamente diferente de todas as outras.  Nas demais cartas nós teremos estrelas boas e estrelas ruins, mas nesse tipo de carta todas as estrelas são praticamente boas.  Essa carta é muito boa e ela permanece boa em todos os ciclos, mas isso não garante que uma casa que tenha essa carta sempre seja boa, porque depende da forma. Como já foi dito, se as formas não forem favoráveis a carta não é nada.  As formas são mais importantes do que a carta.  O mais importante é que a pessoa esteja vivendo num ambiente bonito e adequado, isto é que é o básico.

Sintetizando, podemos dizer que na “Seqüência de Pais” cada palácio tem o representante correspondente do Ciclo Superior, do Ciclo Médio e do Ciclo Inferior. Esse diagrama tem o Qi dos três ciclos fluindo suavemente através da casa e isso vai prevalecer sobre a estrutura desfavorável do Shang Shan Xia Shui e Fu Yin.  Entretanto, não nos esqueçamos, as estrelas devem ser apoiadas pelas formas adequadas.

Nesse tipo de carta todas as estrelas serão utilizáveis em todos os períodos.

Resumindo as palavras de Máster Yu, essa carta tem em cada setor três energias que seriam como avô, pai e filho e se uma ou mais energias são ruins ela estarão todo o tempo sob o controle dos mais velhos e ficarão sempre com comportamento adequado e se pela situação do imóvel pudermos dizer que as formas estão apoiando a boa configuração das estrelas, o imóvel se torna realmente especial. 

Sonia Gomes citando Master Joseph Yu
Mapa das Estrelas do programa 4 Pillars de Danny Van Der Berghe

domingo, 17 de abril de 2011

El Falso Feng Shui

Muchas personas en el mundo están ávidas de formulas fáciles para resolver sus problemas económicos y esto ha sido el incentivo para que el feng shui se haya convertido en una poderosa fuente de ingresos de empresas dedicadas a la comercialización de objetos chinos. El falso feng shui se ha popularizado por sus recetas para la prosperidad.
Los practicantes del falso feng shui generalmente recomiendan colocar fuentes, acuarios, móviles de metal, espejos bagua, colgar bolas de cristal, poner ranas de tres patas, dragones, etc., para “supuestamente” activar la prosperidad de las casas. Analicemos detalladamente alguno de los mitos más comunes:

Mito 1: El rincón de la riqueza.
El concepto de “esquina o rincón de la riqueza”, situada en el ángulo superior izquierdo de todas las casas fue inventado por Lin Yun y ha sido ampliamente difundido en occidente por muchos de sus estudiantes. No existe un sector fijo de la prosperidad. Cada casa es única y si acaso tiene algún sector próspero hay que determinarlo en base a un estudio detallado tomando en cuenta la orientación geográfica de su frente y la fecha de construcción. Este estudio se conoce como MEV y debe acompañarse con un buen estudio de Bazi.

Mito 2: Los Móviles de Metal activan la riqueza y bloquean las energías negativas.
Los móviles de viento (windchimes) son fabricados del elemento metal y combinados con el viento producen un sonido especial que se utiliza en el Feng Shui Clásico para contrarrestar ciertas energías muy negativas. Deben ser de 6 tubos y hay que saber donde deben ser ubicados dentro de la casa ya que su uso indiscriminado puede ser negativo para las personas. Es más conveniente colocarlos en el exterior; los windchimes pueden bloquear energía negativa pero también pueden anular las buenas energías

Mito 3: Las plantas siempre son buenas en cualquier parte
Las plantas siempre son buenas solo en los jardines exteriores. Las plantas representan la energía del elemento Madera, una energía expansiva asociada al crecimiento, a la primavera donde todo crece. La madera sigue el principio de la dualidad yin yang o energía positiva y negativa; en consecuencia la colocación de plantas en interiores debe basarse en un estudio de la casa de acuerdo a su fecha de construcción y la orientación geográfica de su frente y la fecha de nacimiento de sus habitantes; sobre todo de sus habitantes ya que no a todas las personas les favorece la energía de la madera. Sin un estudio detallado podríamos decir que las plantas solo son favorables en los sectores Este y Sureste de nuestras casas donde estimularan el crecimiento personal y las relaciones.
Las plantas nunca serán buenas en el sitio de nuestra casa que esté recibiendo la energía regente del período actual, representada por el elemento tierra a través de la estrella 8. En el ciclo productivo de los 5 elementos la madera controla la tierra; colocando madera en este sector anularemos la prosperidad de la estrella 8


Mito 4: Las fuentes  traen prosperidad
Generalmente recomiendan colocar una fuente o un acuario en la entrada, cerca de la puerta de las casas y los negocios, bajo la creencia de que el agua atrae la riqueza y los peces absorben la mala suerte, debiendo ser repuestos cuando mueren. Pero la introducción al azar del elemento agua en movimiento y especialmente cerca de la puerta principal puede causar más problemas que beneficios.
Sin realizar un estudio avanzado de feng shui es prácticamente imposible saber si colocar una fuente en un lugar específico puede ayudar a una casa o arruinarla. Si usted ha colocado una fuente en la entrada de su casa siguiendo esta recomendación del falso feng shui y le ha resultado favorable lo único que significa es que funcionó su suerte personal. Seguramente en ese sector de su casa existe una energía favorable que además necesita del elemento agua para activarse. Pero no siempre puede ser de esta manera y es por esto que la colocación de estos objetos debe realizarse con mucha prudencia. Este año 2007 y hasta febrero del 2008 puede ser favorable ubicar una fuente u acuario en los sectores Sur y Noreste de nuestras casas pues reciben la visita de las estrellas 8 y 9 pero eso es materia de otro artículo.
Respecto a las peceras es importante señalar que los peces no atraen la buena suerte ni nada que se le parezca y solo son útiles para darle movimiento al agua.

Mito 5: Los espejos rebotan las malas energías.
Los espejos son generalmente utilizados en el falso feng shui para aumentar las ganancias en los negocios y recomiendan colocar espejos bagua en la puerta principal para rebotar las malas energías.
La verdad es que salvo contadas ocasiones los espejos no son un remedio muy utilizado en el Feng Shui Clásico; por el contrario su uso indiscriminado es desaconsejable. De alguna manera es cierto que rebotan las energías pero sin discriminación o sea las buenas y las malas. Además son elementos perturbadores del equilibrio energético de las personas, razón por la cual no es recomendable tener demasiados espejos en las casas, principalmente en los dormitorios.

Mito 6: Existe un Feng Shui diferente para el Hemisferio Sur
Los defensores del falso feng shui hacen una marcada diferencia en cómo aplicar el Feng Shui para cada hemisferio, basada principalmente en razones climáticas. Su fundamento es la inversión de las estaciones entre ambos hemisferios.
Hay muchas teorías encontradas al respecto y es un tema tremendamente polémico al punto que existe una reciente Escuela de Feng Shui para el Hemisferio Sur. Personalmente estoy convencida de que el Feng Shui clásico debe ser aplicado sin ninguna adaptación especial para nuestro hemisferio sur. Esta teoría de adaptar el feng shui al hemisferio sur ha sido “rebatida” por los más grandes maestros de feng shui a nivel mundial, tales como: Joseph Yu, Eva Wong, Joey Yap y Yap Cheng Hai, Raymond Lo, Larry Sang y por los maestros latinoamericanos Raul de Sorôa, Olga García y Mikel Barriola entre muchos otros

Do Facebook:   Feng Shui   Marcela Diaz R

quinta-feira, 7 de abril de 2011

As Portas e sua Importância no Feng Shui

O ideograma chinês que representa a porta é formado por dois ideogramas: Qi e Kou. Kou é o ideograma de uma boca aberta e Qi Kou está a indicar que se trata de uma boca, de uma abertura, pela qual passa o Qi. Pelo significado de seu ideograma e pelo o que todos nós sabemos em relação às portas, podemos afirmar que elas desempenham um importante papel nas construções, pois são as principais vias para a passagem do Qi que vem do exterior e também permitem a circulação do Qi pelo interior dos prédios.A análise das portas é essencial quando se trabalha com as técnicas do Feng Shui, especialmente da porta principal. Existe um ditado popular do Feng Shui que diz: ”A entrada principal vale seu peso em quilogramas de ouro; o resto da casa só vale uns poucos gramas”. Feitas essas considerações iniciais, vamos relembrar aspectos que destacam a importância das portas em algumas técnicas de Feng Shui e no folclore chinês.

Inicialmente vamos examinar alguns aspectos vinculados a Escola da Forma. A fachada de uma casa pode ser considerada como a face e a porta da frente, a boca. A existência de duas portas na frente, ambas em uso, seria semelhante a uma pessoa com duas bocas. Normalmente esse tipo de casa não é harmonioso. O tamanho da porta também é importante. O tamanho da porta da frente deve ser proporcional ao prédio. A porta não deverá ser muito pequena e nem muito grande em relação à construção, pois indicará um desequilíbrio, podendo trazer azar e discórdia entre familiares.

Além de examinar o tamanho da porta em relação ao imóvel, devemos também verificar o mesmo em relação às pessoas. Deverá existir uma harmonia na relação entre o tamanho da porta e o tamanho da pessoa. Segundo alguns estudiosos do Feng Shui, uma porta muito alta e/ou muito larga em relação às pessoas pode proporcionar perdas econômicas. Por outro lado, uma porta muito estreita, que restringe a entrada do Qi, está ligada a problemas de saúde e prejuízos de ordem financeira. A porta principal deve ser visível, não ficar escondida. Deve ser bonita, bem iluminada. Se olharmos a partir da mesma de dentro para fora, se deve ter uma vista bonita, limpa, sem objetos feios e/ou estranhos, sem vegetação que venha bloquear a visão.

O caminho que leva à porta deve ser tortuoso de modo a que o Qi chegue suavemente na casa. Um caminho reto de razoável magnitude provavelmente gerará Sha Qi. A porta principal não deverá ficar voltada para um caminho sem saída, pois a energia poderá estagnar, gerando um Si Qi. A entrada principal não deverá ficar abaixo do nível da rua, pois além do Qi não entrar facilmente, os ocupantes podem ter a sensação de estar enredados, sufocados. Quando a entrada principal fica alguns degraus acima do nível da rua, geralmente as pessoas têm uma sensação de maior segurança. Outro cuidado que se deve ter diz respeito às “setas envenenadas”. Deve-se evitar “setas envenenadas” direcionadas para a porta, sejam elas formadas por ruas, caminhos ou quinas de outros prédios. A porta principal também não deve estar em linha reta com a porta dos fundos ou com uma janela, pois a energia que entra na casa pela porta da frente sairá rapidamente do imóvel,sem percorrer a casa. Não é bom que as portas externas, principalmente a principal, estejam voltadas para um hospital, para um cemitério, para uma casa funerária, para um templo ou para uma delegacia de polícia, pois o Qi gerado nesses lugares pode afetar a saúde e a fortuna dos ocupantes do imóvel.

Destacados alguns tópicos relevantes no que diz respeito às portas externas, especialmente a referente à entrada principal, passemos a examinar as portas internas. Um dos lugares onde passamos mais tempo em casa é no dormitório. A primeira coisa a destacar é que o quarto é um dos lugares mais íntimos e privados de uma casa e conseqüentemente sua porta não deverá ficar defronte da porta de entrada da casa. Por outro lado, em função de odores, fumaça e energias nocivas, também se deve evitar que fique defronte a porta do banheiro ou da cozinha. No dormitório outra coisa que deve ser observado é a posição da cama em relação à porta. A cama preferencialmente será colocada em diagonal à porta, de modo que fique fora da linha da entrada de energia e permitindo que a pessoa, da cama, possa perfeitamente visualizar a porta. Não se deve colocar a cama diretamente em linha com a entrada de energia e nem no meio de um fluxo direto de energia entre a porta e a janela. Todos nós sabemos que se deve evitar deixar espelhos expostos dentro do quarto. Entretanto sempre é bom destacar que um espelho colocado dentro do quarto, em um lugar em que se possa ver, da porta, a cama, tem efeito semelhante como se a porta estivesse diretamente oposta à cama, mas com um agravante: a energia refletida pelo espelho será mais intensa. 

Assim como no quarto a posição da cama em relação à porta é essencial, o mesmo acontece em um gabinete, onde a mesa deve estar colocada em diagonal à porta, com a cadeira posicionada de tal forma que seu ocupante possa ter, à frente, uma boa visão da porta e atrás de si uma boa Tartaruga.

A porta tem também um papel importante para a cozinha. A porta da cozinha deve ser larga, já que uma porta estreita pode trancar a entrada de energia propiciando a criação de uma energia nociva. Para uma boa circulação da energia é importante que a cozinha tenha outra porta e/ou uma janela bem grande. Outra coisa importante a ser destacada é que a porta da cozinha não deve estar defronte da porta do banheiro. A colocação de um refrigerador defronte à porta da cozinha, com suas portas ficando frente a frente também não é uma situação desejada. Não esqueçam que as pessoas ao prepararem os alimentos não deverão estar com as costas voltadas para a porta, pois as mesmas precisam de uma boa Tartaruga. Com relação aos banheiros e lavabos o conselho é deixar a porta sempre fechada, a não ser que outro aspecto mais importante do Feng Shui aponte em direção contrária.

Na Xuan Kong Fei Xing as portas igualmente desempenham um papel primordial, pois é através delas que a Estrela da Água pode entrar. A Estrela da Água, ou Dragão da Água, é um Qi yang e vai se deslocar em direção a qualquer lugar que esteja vago, onde exista um caminho, uma porta ou uma janela. Aí vemos já uma maneira de utilizarmos as portas, fechando-as para obstruir a entrada de uma energia nociva no prédio ou abrindo-as para propiciar a entrada de uma energia boa. Por sua vez, as portas internas podem ser abertas ou fechadas, facilitando, no primeiro caso, a circulação do Qi yang e no outro, dificultando. A Estrela da Água Regente por ser ativa tem um papel primordial. Ele entra na casa e se não for impedida por obstáculos anda por toda a casa. Outro Qi yang que também se desloca muito pela casa é o da Estrela da Água que adentra o imóvel pela porta principal. Se a Estrela Regente da Água praticamente não puder entrar no imóvel e se pela porta estiver entrando uma Estrela inoportuna, isso é muito ruim, pois provavelmente essa Estrela nociva estará dominando a casa. Por outro lado, se a Estrela da Água Regente penetrar na casa e a Estrela da Água que estiver entrando pela porta principal for boa há uma probabilidade muito grande de se conseguir bastante prosperidade. Uma parede que ficar atrás da porta externa, bem próximo dela, ou uma escada que esteja localizada atrás da porta e tenha seu início a pouca distância da porta, são obstáculos à entrada do Qi yang, impedindo que o mesmo entre e circule pela casa.Provavelmente o Qi yang não entrará porque ele reconhecerá a parede ou a escada como uma montanha e como vocês sabem “o Deus Dragão da Água não sobe a montanha”.

Para outras técnicas as portas são também de muito interesse. Na Xuan Kong Da Gua, utilizando os conceitos de “Direção Sagrada 1 e Direção Sagrada 0”, verificamos a situação mais favorável comparando a relação existente entre o hexagrama da porta com o hexagrama da boca de água. Por sua vez, para verificarmos se a porta é uma porta Ba Sha ou não, observamos o hexagrama da fachada do imóvel e a localização da porta.

Nos Métodos da Água, visando a prosperidade, se compara a direção da porta com a água, principalmente com sua entrada e com sua saída. Na aplicação do Feng Shui aos negócios, utilizando-se conceitos avançados da Ba Zhai, verificamos, através do trigrama obtido em função da direção da porta principal, se a construção é favorável ou não ao tipo de atividade empresarial que se pretende desenvolver no local.

O verdadeiro Feng Shui, aquele que é baseado nas Tradições San He e San Yuan e conhecido geralmente por Feng Shui Clássico ou Feng Shui Tradicional, está intimamente ligado à cultura chinesa. Portanto não é de se estranhar que junto com as técnicas do Feng Shui sejam utilizados rituais baseados no Taoísmo e usados elementos tirados do folclore chinês. O que vamos colocar a seguir não é muito empregado no Ocidente, entretanto parece ser no Oriente. Para atrair riqueza para um estabelecimento, pendure acima da porta da loja duas moedas chinesas amarradas com um cordão vermelho. Acredita-se que um Buda Sorridente, colocado em uma loja, olhando em direção à porta da frente, traga prosperidade e riqueza. Para obter os mesmos efeitos benéficos as famílias colocam o Buda em sua sala de estar, olhando em direção à porta principal. Um sapo de três pernas, colocado em um local baixo, mas acima do nível do chão, e próximo da porta principal, em diagonal a mesma e voltada para ela é considerado um dos símbolos mais auspiciosos para ativar a prosperidade. Se alguém quiser proteção poderá colocar do lado externo da porta principal um par de leões ou de cães Fu.

Finalmente, para não nos alongarmos mais, vamos falar dos espelhos que são bastante utilizados aqui no Brasil. Normalmente esses espelhos são colocados na porta da frente voltados para fora para refletir o Sha Qi.Entretanto a sua utilização na maioria das vezes não é correta. O espelho tem que ser circundado pelo Xian Tian Ba Gua, isto é pelo Ba Gua do Céu Anterior, que simboliza o universo em perfeito equilíbrio. Na maioria das lojas que vendem artigos esotéricos encontramos espelhos circundados pelo Ba Gua do Céu Posterior. E é esse que está presente em quase todas as residências que usam esse tipo de espelho. Vamos supor que o Ba Gua empregado seja o correto para esse uso: o Ba Gua do Céu Anterior. Mas que espelho devemos usar? Se colocarmos um espelho plano que é o normalmente usado e se recebermos uma energia nociva, primeiramente estaremos refletindo o Qi na mesma na direção de onde veio e isso pode fazer com que pessoas da vizinhança sejam atacadas pela energia nociva. Além disso, é formada uma imagem virtual no espelho e ele leva tudo para dentro da casa. Por sua vez, o espelho côncavo, no centro do Ba Gua do Céu Anterior, vai ser bom. O espelho côncavo forma a imagem real na frente do espelho e o Ba Gua do Céu Anterior sendo um símbolo de harmonia vai dissolver o Qi nocivo que está na frente do espelho. O outro tipo, o espelho convexo, vai criar a uma imagem bem pequena atrás do espelho e vai espalhar o Qi em todas as direções. Se for Sheng Qi será muito bom, mas se for Sha Qi,muito ruim.

Aqui encerramos este texto no qual destacamos a importância das portas, especialmente da porta principal, e de sua utilização no Feng Shui. Claro está que deixamos de falar de muitos outros tópicos relacionados com as portas, mas cremos que realizamos um número razoável de colocações que estão a relembrar para vocês a importância das portas para o Feng Shui.

José Francisco Kanarzveski - Consultor de Feng Shui Tradicional

sábado, 2 de abril de 2011

A Faxina Real: Externa e Interna II .


Continuando a postagem sobre Faxina Real, tenho observado a cansaço físico e mental que me provoca  mexer em coisas antigas e também me desfazer delas. Eu mudei muito de uma casa para outra (19 vezes), ou de escritório (5 vezes) e sempre achei que o cansaço era provocado pela mudança e hoje sei que isso não é totalmente verdade. Lógico, se você trabalha vai se cansar, mas às vezes você se cansa sem ter trabalhado muito. Tem a poeira que é desagradável, mas é o turbilhão de emoções que realmente cansa: uma foto, uma roupa antiga, uma jóia ou bijuteria, o cheiro de um velho perfume revive intensamente um momento, que pode ter sido bom ou ruim: não importa, e sim a carga emocional que isso carrega.

Aí vem o ponto que já citei varias vezes do exterior e interior vibrando na mesma sintonia e do porque você não deve guardar nada do que te lembre maus momentos: no instante que você tocar ou sentir o “link”, o “elástico” que te liga ao passado vai agir e o mau momento será revivido. Aí vai haver perda de tempo, de energia e  de bom humor. Energia e bom humor você recupera, tempo não: ninguém compra nem mais um minuto de vida, por nenhuma quantidade de dinheiro. Não desperdice nenhum tempo em sua vida, ele é o seu bem mais precioso.

Repito: alem de doar o que você não precisa ou tem demais, descartar o que não presta, inclua nesse descarte, nessa faxina, todas as coisas trazem emoções ruins e que pesam sobre você. Você não vai acreditar nem no cansaço que vai ter, nem no prazer que sentirá depois de ter feito isso!