CLICK HERE TO TRANSLATE THE BLOG TO YOUR LANGUAGE!

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Os Cinco Elementos.

A teoria dos 5 elementos é parte fundamental e essencial em toda a cultura chinesa, depois, evidentemente, do conceito de Yin e Yang. Para os chineses todas as coisas são estimuladas, alimentadas, condicionadas por duas energias antagônicas porém complementares. Ou seja ambas têm função orgânica e determinam a dinâmica de todas as coisas. Mas além disso, o universo é dividido em 5 espécies que estimulam e inibem uma a outra. As transformações de energia para o bem ou para o mal vão depender do tempo e do lugar onde elas ocorrem.

Esse conceito dos cinco elementos é utilizado em tudo: na música (são cinco notas básicas que interagem e se movimentam em fluxos), na astrologia chinesa (leva em conta a proporção de cada um dos elementos no mapa de cada um para determinar excessos e carências), na medicina chinesa (é usada para a cura, para diagnóstico e no tratamento propriamente dito), na farmacopéia (na seleção dos produtos para confecção dos remédios) e é evidentemente a base do Feng-Shui.

São eles: Metal, Fogo, Água, Terra e Madeira.

Assim como a primeira coisa que um especialista em acupuntura precisa reconhecer no paciente é a energia pura em cada um dos cinco elementos distribuídos pelos 5 órgãos do corpo (fígado, coração, baço e pâncreas, pulmões e rins), no Feng-Shui o consultor pode, se desejar, relacionar os 5 elementos do mapa astrológico do cliente com os 5 elementos existentes dentro da casa do cliente.

Quem trabalha com Feng Shui precisa dominar a teoria dos cinco elementos.

Ciclo Construtivo:

A Madeira alimenta o Fogo que cria a Terra que produz o Metal que gera a Água que alimenta a Madeira.

Ciclo Controlador:

A Madeira penetra a Terra que represa a Água que apaga o Fogo que derrete o Metal que corta a Madeira.