CLICK HERE TO TRANSLATE THE BLOG TO YOUR LANGUAGE!

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Algumas reflexões sobre um verdadeiro mestre de Feng Shui.


Um verdadeiro mestre de Feng Shui possui a compreensão filosófica e o conhecimento técnico, mas ele não os usa para dominar uma situação ou para encontrar uma solução definitiva para um problema. Ele usa seus conhecimentos e compreensão para ajudar.

Ele entende a complexidade da vida e da natureza humana, assim ele não se atreve a simplificar o que é inerentemente complexo, mas permite a cumplicidade de ser, e procura o "meio-termo" para ajudar outras pessoas a navegar, usando a natureza e o ambiente construído como um veículo para o processo.

Ele não olha para uma solução, nem vê o colapso temporário como um problema a ser resolvido, ele vê o que faz como um processo para ajudar seus clientes a navegar entre o que pode ser, o que deveria ser e o que é em um determinado espaço e tempo.

Ele sabe que não há ponto final e não há completo entendimento e quando podemos ver isso também, nós entendemos um pouco mais e enxergamos um pouco mais claramente para permitir que o processo da vida siga em frente.

Ser completo é começar desde o início novamente. Apenas um iniciante procura por um conjunto de teorias do Feng Shui, pensando que se ele pode ter estas teorias, ele “chegou lá” e pode fazer maravilhas com o Feng Shui.

Um mestre de Feng Shui não é tão ingênuo, ele vê e aceita o desconhecido como se fosse a vasta escuridão entre as estrelas que compõem o céu noturno. O vazio misterioso é a fonte que nos leva às estrelas, portanto, um verdadeiro mestre de Feng Shui sabe o que ele faz é :
Xuan-Kong 玄空 – Vazio e Misterioso.

*****
Traduzido de
http://howardchoy.wordpress.com/2010/06/25/a-real-feng-shui-master/